SIM! Pista Ninco junto com Estrela!

Re: SIM! Pista Ninco junto com Estrela!

Mensagempor wesley190 » 19 Dez 2017 11:24

oi Rui,,, sim. um pouco ausente pois estou de ferias mas ainda por aqui rsss
o que vc ker necessariamente?
Wesley Reis/ DF
wesley190
 
Mensagens: 2198
Registrado em: 03 Mai 2012 14:00
Localização: BRASILIA DF

Re: SIM! Pista Ninco junto com Estrela!

Mensagempor Rui » 19 Dez 2017 13:34

Opa! Férias tudo e bom!
Então Wesley eu li quase todo este tópico e pensei no seguinte:
1)E se fosse criado um sistema digital aqui no Brasil?
2)E se fosse digitalizada a pista Estrela e seus carros?
Enfim...Alguém aqui já pensou ou falou nisso ?
Boas férias e bom descanso! :)
Rui
 
Mensagens: 4
Registrado em: 16 Dez 2017 23:27

Re: SIM! Pista Ninco junto com Estrela!

Mensagempor Fusaro » 04 Jan 2018 19:20

Olá Rui, eu não entendo muito de eletrônica digital, na verdade quase nada.
Em princípio o sistema é muito simples, você somente precisa de de um sistema dedicado na central e outro no carro.
Na central, o chip computador coleta as informações de cada um dos aceleradores, monta em um pacote de dados e a manda pela pista.
No carro, o chip computador recebe o pacote completo e extrai as informações que interessam somente a este carro.
Estas informações são sinais de aceleração, freio, combustível, troca de pista e, talvez, mais alguma coisa (só relendo os artigos).
Quando o carro passa pela linha de chegada ele fecha um circuito e joga na pista, para a central receber, a informação de que ele cruzou a linha de chegada. Neste momento a central capta esta informação e computa o tempo e o número de voltas.

Nos sistemas analógicos, cada pista em seu carro, só interessa a captação do momento no qual o carro passa pela linha de chegada, assim o programa computa o tempo e o número de voltas.

ara a troca de pista é necessário o desenvolvimento de um sistema eletrônico/mecânico. No SCXD a parte eletrônica está no chip que aciona uma alavanca mecânica na pista enquanto que no Ninco e Carrera tudo é feito na pista à partir de um sinal luminoso do carro ou outro artifício, que é captado pela pista acionando a alavanca de troca.

A questão é que, se nem estes fabricantes, que são internacionais, não conseguem desenvolver e comercializar corretamente seus produtos, como fazer um aqui?

E por isto que o analógico, com suas pistas enormes para 8 carros, continuam com seus adeptos pelos quase 100 anos de existência. Só não evolui porque os jovens se sentem mais atraídos pelos games de computador e outros brinquedos mais fáceis de serem usados. Eu ainda prefiro o slot porque exige uma série de conhecimentos (elétrica, eletrônica, mecânica, cola e solda, trabalhos manuais, paciência, etc) que, para mim, foram muito importantes na minha formação para a vida toda.
Fusaro
 
Mensagens: 1391
Registrado em: 22 Fev 2012 23:46

Re: SIM! Pista Ninco junto com Estrela!

Mensagempor Rui » 09 Jan 2018 21:37

Olá Fusaro. Boa noite amigo. Bom vamos por partes:
1)A respeito da eletrônica digital vou estudar um pouco mais
Toda essa questão de central e chip nos carros e etc e tal.
2)Sobre a eletrônica usada no sistema SCX você diz que a parte eletrônica que está no chip é que aciona a alavanca diferente dos sistemas da Nico e Carrera, que usa Leds. Você saberia me dizer como funciona a SCX?
3)Sobre os fabricantes internacionais que "não conseguem desenvolver e comercializar corretamente seus produtos", você poderia me explicar melhor?
4)Sobre o motivo da não evolução do autorama eu realmente compreendo que as novas tecnologias são muito atraentes, todavia, entendo que praticantes, donos de pistas (que ainda existem no Brasil), os competidores profissionais, enfim, se todos se unissem na divulgação, acredito que o hobby estaria em outra posição no cenário nacional.
5)Também achei legal sua história com o hobby!

Abraço Fusaro
Rui
 
Mensagens: 4
Registrado em: 16 Dez 2017 23:27

Re: SIM! Pista Ninco junto com Estrela!

Mensagempor Fusaro » 09 Jan 2018 23:55

Então tentarei ser mais claro no que penso.

A eletrônica do SCX funciona da seguinte forma.
A Central Pit atende a 3 carros e quando você acopla o Command pode usar 6 carros.
A Central Pit busca informações em si própria e no Command. Estas informações provêm dos botões e dos aceleradores e são sinais do gatilho, de freio, de combustível, do botão do acelerador e possivelmente outras que não me lembro mais. (Existem artigos sobre isto que li há muito tempo atrás).
A Central Pit monta estas informações em blocos de 6, um para cada carro, e o primeiro bit é a informação do carro, por exemplo:
XXXX 1YYYYYY2YYYYYY3YYYYYY4YYYYYY5YYYYYY6YYYYYY XXXXXX
As informações X devem ser informações de controle enquanto as Y para os carros, e estes blocos são jogados na pista a uma frequência alta (p.ex. 360 vezes por minuto).
Cada carro capta um bloco enorme deste e retira as informações que somente lhe interessa, assim o carro 1 pega 1YYYYY, descarta o 1 e usa os outros dados que são gatilho, freio, combustível, sei lá mais o que, e as usa para jogar energia no carro, abaixar o pino de troca de pista, frear, etc.
Assim tem um computador nas centrais e outro no carro que ficam o tempo todo conversando entre si.
Quando cada carro passa na linha de chegada a energia da pista é cortada (você nota as luzes dos carros piscarem) e neste momento é o carro que manda informações para a central dizendo que completou uma volta, para a central adicionar uma volta e computar o tempo.
Isto também acontece quando o carro entra e sai do box, senão não contaria a volta.

Sobre os vários fabricantes, na minha opinião eles dividiram um mercado pequeno e não conseguem um lucro suficiente para continuarem, cada um, a desenvolverem os seus produtos. a SCX ficou parada de 2012 a 2014 por problemas com o fabricante, voltou com um sistema novo sem fio (WOS) e agora o licenciamento está passando para outras mãos; a Ninco ia desenvolver o sem fio e parou; a Scalextric agora está junta com a Hornby e a Carrera investiu pesado no GO que é 1:43.
Existe um sistema desenvolvido pela Slot.it (Oxigen) que ainda está longe de aparecer por estas bandas e eu sei muito pouco dele, talvez seja para proporcionar corridas maiores pois, pelo que sei, atenderia até a 20 carros.

Os donos de pistas sempre passam um perrengue danado para divulgar o hobby. Eles vivem de lucro, obviamente, e você sempre vê as pistas fechando e abrindo. Elas se concentram mais em São Paulo, onde rola mais dinheiro e tem mais gente.
Você não tem pistas digitais comerciais com competições organizadas, somente analógicas. Mesmo assim são várias as concepções dos carros analógicos, baseados em grupos definidos pelos motores empregados: réplicas SCX, Slot.it; bolhas mura, parma, falcon, S16D, G12, G20, G27 e sei lá mais o que.
As réplicas SCX funcionam bem com os motores 42B modificados e os carros são resistentes enquanto que os Slot.it são mais profissionais porém as carrocerias e chassis frágeis. Se o motor for muito alterado (40k) uma pancada forte destrói tudo. Eu comprei um monte de carrocerias e chassis usados Slot.it para conhecer o fabricante então tem de haver investimento para competir de igual para igual.
Da mesma forma as bolhas, com chassis de aramado de latão, usam motores para 50k ou mais. Os carros são bem estáveis, perfil baixo, mas as pancadas existem e os carros se ferram da mesma forma.

A questão é de dinheiro, eu vou à Juiz de Fora correr de bolha com motor Falcon. Eu só brinco e atrapalho os outros... kakkaka.
Você monta um carro por uns 350, um acelerador legal por 800. Se o motor sair bom depois do amaciamento você vai correr com ele por umas três competições, se sair ruim compra outro (70, e olha que, para cada competição, você treina uns 10 min testando o carro e depois corre 8 fendas x 3 minutos = 24 minutos - vida útil 1,5 - 2h). A bolha estraga em quase toda corrida (30); contato idem (10); pneu idem (40); e se ralar a coroa (20).

Para outras categorias, p.ex. S16D só o motor deve estar na faixa de 250 e tem de dar manutenção nele a cada corrida, com passe no coletor, mola, carvão e sei lá mais o quê. Outros motores (G12, G20, G27) a coisa piora de preço e manutenção e o acelerador pode ir a 3000.

O esforço dos lojistas é grande e há uma divulgação grande também, senão eles não teriam lucro. Tem campeonato no Rio, BH, SP e o pessoal vai mesmo competir. Em Juiz de Fora vem pessoal do Rio e de BH porque está no meio em uma viagem de uns 200km mais a volta.

Aí você sai somando o custo, a disponibilidade do pessoal, as viagens, hotel, alimentação, etc, e vê que é um hobby para poucos. Você tem de dialogar bem com a esposa e filhos, ter um bom suporte financeiro e ter tempo disponível. Eu, por exemplo, corro de Falcon porque é o mais barato, mas somente viajo quando outro competidor (da minha cidade) vai comigo, no inverno fica difícil porque não tenho mais habilidade para dirigir à noite, e ainda riem de mim porque eu economizo na bolha e no motor, de forma que o meu carro só não fica em último quando outro (s) quebram. Para competir tem de treinar muito então eu somente faço número: tem sempre um do meu lado cutucando para eu aliviar de forma a não atrapalhar na curva... kakakkaka

Quanto à pista, uma Blue King deve sair por mais de 20.000, tem o sistema de telemetria, luz, aluguel, telefone, estoque de peças, etc. Se o lojista tirar 2000 bruto por semana ele está trocando cebola, é melhor fechar. Por isto tem divulgação, e muita, porém somente para quem está no meio e você tem de entrar nele. Tem um tópico que traz informações de várias pistas, e com o WA, certamente todos mandam informações em grupos. Devem ser grupos de umas 50 pessoas, muitos como eu... pra mais de 60 anos... kakakaka

Não sei de onde você é, mas se for neste eixo (SP Rio BH) posso arranjar informações para você.
Fusaro
Fusaro
 
Mensagens: 1391
Registrado em: 22 Fev 2012 23:46

Re: SIM! Pista Ninco junto com Estrela!

Mensagempor Rui » 10 Jan 2018 10:09

Bom dia Fusaro e amigos!
Cara, muito top a sua explicação! Conhece muito! :)
Bom pelo visto então a Carrera seria a marca mais confiável dentre todas. Parece ser realmente a que mais leva a sério. Se não estou enganado já vi o Hamilton participando de eventos da marca ou mesmo fazendo propaganda. Isso ainda nos tempos dele na Mclaren.
Já sobre a Slot.it que usa o sistema Oxigen também já vi. Na verdade vi alguns vídeos no youtube e devo ter entrado no site deles também. Realmente, muito longe de aparecer isso aqui no Brasil. Eu pelo menos não encontrei nada na internet.
Sobre as várias categorias e vários custos foi muito importante saber disso. Me esclareceu muita coisa.
Agora, voltando um pouco mais pro tema do título deste fórum que é "pista Ninco junto com Estrela" eu estava pensando realmente na digitalização da marca Estrela me entende?
Eu sei que a Estrela não fabrica mais, mas muita gente ainda tem. Inclusive neste tópico tem vários rs. Vejo muita coisa na internet sobre os carrinhos e pistas Estrela e ainda encontrei um pessoal de SP que fez um campeonato no decorrer deste ano somente com carros Estrela em pistas de madeira profissionais. E essa é a regra: os carros tem que ser 100% originais. Este é o link de uma das estapas: https://www.youtube.com/watch?v=5ugD2-q28rI&t=4s
A questão família realmente é sempre muito importante. Primeiro a família, depois... :)
Não sou do eixo SP-RJ-BH, sou do sul, SC e aqui é bem difícil encontrar pistas profissionais. Aqui na minha cidade é pior ainda. Já tiveram umas três ou quatro nesses meus 38 (sou um pouco mais novo rs) e todas em épocas diferentes. Há anos que não temos nenhuma.
Rui
 
Mensagens: 4
Registrado em: 16 Dez 2017 23:27

Re: SIM! Pista Ninco junto com Estrela!

Mensagempor Fusaro » 10 Jan 2018 11:53

Eu não sei nada...
Quanto a pista Estrela, eu devo ter uns 100m de pista aqui. Tem muito na Internet também.
Quando comecei optei pela SCX porque há um fornecedor muito bom nos EUA, coisa que não consegui dos outros sistemas.
SCX é espanhol, Scalextric é franquia do mesmo proprietário mas inglês, Ninco não sei e Carrera creio que suisso.
Peças de reposição somente encontrei em abundância com o Jimm, ainda tenho muita coisa da SCX, como chips digitalizadore para os carros, coisa essencial.
Slot.it é italiano, muito bom, NSR também muito bom mas muito mais focado no analógico.
Fusaro
Fusaro
 
Mensagens: 1391
Registrado em: 22 Fev 2012 23:46

Re: SIM! Pista Ninco junto com Estrela!

Mensagempor Lemmings » 23 Jul 2018 11:33

Bom dia Fusaro,

Sou membro do Mundo Slot Car mas participo muito pouco dos fóruns. Uso mais o espaço para ler as matérias e tirar algumas dúvidas. Recentemente voltei a pesquisar sobre os sistemas digitais e então encontrei este teu post que fala muita coisa a respeito do assunto. Daí encontrei você no Mercado Livre (sexta passada) e te procurei lá no intuito de ver o que você ainda tem da SCX (digital e analógico). Conforme sua orientação, estou escrevendo dentro do fórum para que possamos conversar a respeito, já que o Mercado Livre é mais voltado diretamente para vendas.

Eu sou colecionador do autorama estrela a muito tempo, só que, desde 2013 conheci o SCX analógico. Daí passei a colecionar carros analógicos de diversas marcas, e recentemente comprei a reta de conversão SCX (A10015X200) que adapta o encaixe analógico SCX (aquele redondo) na pista universal SCXD (aquele em formato de seta). Agora desejo adquirir o sistema WOS, mas tenho muitas dúvidas a respeito e também ainda desejo adquiri alguns componentes do SCX analógico.

Você poderia me orientar como entrar em contato contigo para que eu possa te dar mais detalhes sobre meus planos e o que eu desejo adquirir?

Fusaro escreveu:Então tentarei ser mais claro no que penso.

A eletrônica do SCX funciona da seguinte forma.
A Central Pit atende a 3 carros e quando você acopla o Command pode usar 6 carros.
A Central Pit busca informações em si própria e no Command. Estas informações provêm dos botões e dos aceleradores e são sinais do gatilho, de freio, de combustível, do botão do acelerador e possivelmente outras que não me lembro mais. (Existem artigos sobre isto que li há muito tempo atrás).
A Central Pit monta estas informações em blocos de 6, um para cada carro, e o primeiro bit é a informação do carro, por exemplo:
XXXX 1YYYYYY2YYYYYY3YYYYYY4YYYYYY5YYYYYY6YYYYYY XXXXXX
As informações X devem ser informações de controle enquanto as Y para os carros, e estes blocos são jogados na pista a uma frequência alta (p.ex. 360 vezes por minuto).
Cada carro capta um bloco enorme deste e retira as informações que somente lhe interessa, assim o carro 1 pega 1YYYYY, descarta o 1 e usa os outros dados que são gatilho, freio, combustível, sei lá mais o que, e as usa para jogar energia no carro, abaixar o pino de troca de pista, frear, etc.
Assim tem um computador nas centrais e outro no carro que ficam o tempo todo conversando entre si.
Quando cada carro passa na linha de chegada a energia da pista é cortada (você nota as luzes dos carros piscarem) e neste momento é o carro que manda informações para a central dizendo que completou uma volta, para a central adicionar uma volta e computar o tempo.
Isto também acontece quando o carro entra e sai do box, senão não contaria a volta.

Sobre os vários fabricantes, na minha opinião eles dividiram um mercado pequeno e não conseguem um lucro suficiente para continuarem, cada um, a desenvolverem os seus produtos. a SCX ficou parada de 2012 a 2014 por problemas com o fabricante, voltou com um sistema novo sem fio (WOS) e agora o licenciamento está passando para outras mãos; a Ninco ia desenvolver o sem fio e parou; a Scalextric agora está junta com a Hornby e a Carrera investiu pesado no GO que é 1:43.
Existe um sistema desenvolvido pela Slot.it (Oxigen) que ainda está longe de aparecer por estas bandas e eu sei muito pouco dele, talvez seja para proporcionar corridas maiores pois, pelo que sei, atenderia até a 20 carros.

Os donos de pistas sempre passam um perrengue danado para divulgar o hobby. Eles vivem de lucro, obviamente, e você sempre vê as pistas fechando e abrindo. Elas se concentram mais em São Paulo, onde rola mais dinheiro e tem mais gente.
Você não tem pistas digitais comerciais com competições organizadas, somente analógicas. Mesmo assim são várias as concepções dos carros analógicos, baseados em grupos definidos pelos motores empregados: réplicas SCX, Slot.it; bolhas mura, parma, falcon, S16D, G12, G20, G27 e sei lá mais o que.
As réplicas SCX funcionam bem com os motores 42B modificados e os carros são resistentes enquanto que os Slot.it são mais profissionais porém as carrocerias e chassis frágeis. Se o motor for muito alterado (40k) uma pancada forte destrói tudo. Eu comprei um monte de carrocerias e chassis usados Slot.it para conhecer o fabricante então tem de haver investimento para competir de igual para igual.
Da mesma forma as bolhas, com chassis de aramado de latão, usam motores para 50k ou mais. Os carros são bem estáveis, perfil baixo, mas as pancadas existem e os carros se ferram da mesma forma.

A questão é de dinheiro, eu vou à Juiz de Fora correr de bolha com motor Falcon. Eu só brinco e atrapalho os outros... kakkaka.
Você monta um carro por uns 350, um acelerador legal por 800. Se o motor sair bom depois do amaciamento você vai correr com ele por umas três competições, se sair ruim compra outro (70, e olha que, para cada competição, você treina uns 10 min testando o carro e depois corre 8 fendas x 3 minutos = 24 minutos - vida útil 1,5 - 2h). A bolha estraga em quase toda corrida (30); contato idem (10); pneu idem (40); e se ralar a coroa (20).

Para outras categorias, p.ex. S16D só o motor deve estar na faixa de 250 e tem de dar manutenção nele a cada corrida, com passe no coletor, mola, carvão e sei lá mais o quê. Outros motores (G12, G20, G27) a coisa piora de preço e manutenção e o acelerador pode ir a 3000.

O esforço dos lojistas é grande e há uma divulgação grande também, senão eles não teriam lucro. Tem campeonato no Rio, BH, SP e o pessoal vai mesmo competir. Em Juiz de Fora vem pessoal do Rio e de BH porque está no meio em uma viagem de uns 200km mais a volta.

Aí você sai somando o custo, a disponibilidade do pessoal, as viagens, hotel, alimentação, etc, e vê que é um hobby para poucos. Você tem de dialogar bem com a esposa e filhos, ter um bom suporte financeiro e ter tempo disponível. Eu, por exemplo, corro de Falcon porque é o mais barato, mas somente viajo quando outro competidor (da minha cidade) vai comigo, no inverno fica difícil porque não tenho mais habilidade para dirigir à noite, e ainda riem de mim porque eu economizo na bolha e no motor, de forma que o meu carro só não fica em último quando outro (s) quebram. Para competir tem de treinar muito então eu somente faço número: tem sempre um do meu lado cutucando para eu aliviar de forma a não atrapalhar na curva... kakakkaka

Quanto à pista, uma Blue King deve sair por mais de 20.000, tem o sistema de telemetria, luz, aluguel, telefone, estoque de peças, etc. Se o lojista tirar 2000 bruto por semana ele está trocando cebola, é melhor fechar. Por isto tem divulgação, e muita, porém somente para quem está no meio e você tem de entrar nele. Tem um tópico que traz informações de várias pistas, e com o WA, certamente todos mandam informações em grupos. Devem ser grupos de umas 50 pessoas, muitos como eu... pra mais de 60 anos... kakakaka

Não sei de onde você é, mas se for neste eixo (SP Rio BH) posso arranjar informações para você.
Fusaro
Abraço a todos. Boas corridas!
Avatar do usuário
Lemmings
 
Mensagens: 2
Registrado em: 15 Jan 2015 09:56

Re: SIM! Pista Ninco junto com Estrela!

Mensagempor Fusaro » 23 Jul 2018 18:37

Droga, meu micro está uma coisa estranha, escrevi pacas e foi para o saco
Fusaro
 
Mensagens: 1391
Registrado em: 22 Fev 2012 23:46

Re: SIM! Pista Ninco junto com Estrela!

Mensagempor Fusaro » 23 Jul 2018 18:48

Vou aqui pelo Word para não zebrar de novo, mas terei de ser breve porque está na hora de comer algo.
Você tem pista analógica preta. Esta pista está fora de produção. Ainda tenho curvas regulares dela, talvez alguns aceleradores, transformadores e, obviamente, carros.
A pista digital é a que possui as presilhas em forma de seta, ainda existe muito deste material e, eu mesmo, possuo pistas completas para vender. O sistema digital deverá sair de linha quando o WOS estiver completamente operacional.
O sistema universal é uma pista que pode ser usado tanto no digital quanto no WOS, mas se aplica melhor no WOS.
O sistema WOS foi lançado para substituir o digital mas ainda não está completo, de forma que não pode ser usado para competição pela falta de uma interface para mandar as informações de telemetria para o celular.
Primeiro você deve ir devagar para ver o que será lançado no ano de 2019, foram prometidas novidades mas estas não foram descritas.
Ainda existe material para o digital para uns 5-10 anos, mas para o WOS saiu pouco na praça, e isto complica.
Você pode perguntar por aqui mas também pode usar o meu WA (32) 9 8865 2701
Fusaro
 
Mensagens: 1391
Registrado em: 22 Fev 2012 23:46

Anterior

Voltar para Ninco

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante

cron